Quinta-feira, 7 de Junho de 2012
Asma na gravidez: evite complicações

A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas, caracterizada pelo estreitamento generalizado dos brônquios.  Com caráter genético, ela é resultado de mutações nos genes e pode ser desencadeada por diversos fatores, especialmente os alérgicos. Embora não tenha cura, com o tratamento correto é possível obtenção de controle adequado.


De acordo com a dra. Regina Maria de Carvalho Pinto, presidente da Comissão de DPOC da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), de 4% a 8% das mulheres gestantes possuem asma e é importante que façam o acompanhamento da doença com um especialista.

Por ser uma doença que na grande maioria das vezes tem início na infância, o comum é que as mulheres já a possuam antes do período gestacional. A gravidez não aumenta a incidência de asma, mas fatores comuns, mesmo fora do período gestacional, como rinite, sinusite, doença do refluxo gastroesofágico, infecções virais e fatores emocionais podem precipitar os sintomas durante a gravidez. Além disso, o aumento do volume do útero pode causar sintomas semelhantes ao da asma, especialmente a falta de ar.

“À medida que o volume do útero aumenta, especialmente no final da gravidez, o diafragma fica mais elevado, ocasionando redução da capacidade respiratória, que associada ao aumento da ventilação fisiológica da gravidez, causa sensação de falta de ar. É importante que a gestante e o médico consigam diferenciar os sintomas da asma, das alterações físicas decorrentes da gravidez”, afirma.

Tenho asma, o que fazer?

O acompanhamento médico é essencial para que a mulher saiba distinguir os sintomas da asma das implicações ocasionadas pela gravidez. O tratamento de manutenção da doença é realizada por meio de medicamentos como broncodilatadores e corticóides inalados, além de medicação de resgate. A via inalada é a preferencial, através de dispositivos, popularmente conhecidos como “bombinhas”.

Esteja a mulher grávida, ou não, o tratamento é extremamente importante, bem como o acompanhamento, mesmo nos períodos sem crises. No caso da gravidez, as consultas periódicas devem ser mantidas para novas orientações relacionadas à asma e à gestação.

Riscos para a mãe e para o bebê

Mesmo que a gestação não seja considerada um agravante, é preciso controlar a doença para evitar consequências como a pré-eclâmpsia - problema caracterizado pelo aumento da pressão arterial sistêmica no ultimo trimestre da gravidez -, partos prematuros e baixo peso da criança ao nascer.

Sem este acompanhamento, as crianças podem se desenvolver menos durante a gravidez, aumentando a possibilidade de nascimento abaixo do peso ideal e de sofrer complicações metabólicas e respiratórias por conta disso.

Segundo a dra. Regina Maria, fazer o acompanhamento com um profissional reduz os riscos tanto para a gestante quanto para o bebê, evitando possíveis efeitos colaterais decorrentes da medicação e propiciando uma gravidez mais estável e o nascimento de criança mais saudável.

“A asma precisa ser tratada mesmo durante a gravidez. Infelizmente alguns médicos e pacientes têm a cultura de suspender medicamentos durante a gravidez, e isso não deve ocorrer nos casos de asma. O tratamento, quando bem indicado, é seguro e a gestante deve passar por acompanhamento médico para receber as orientações necessárias e garantir a própria saúde e a saúde do feto”, alerta.

fonte:http://www.band.com.br/

 



publicado por adm às 22:54
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar
 
.posts recentes

. Tudo sobre vacinas para g...

. Mulheres aconselhadas a c...

. Quer engravidar? Fique at...

. Saúde: 20% das mulheres g...

. 5 alimentos proibidos na ...

. Vinte e um fatos bizarros...

. Evite certos alimentos...

. Os exames que toda mulher...

. Benefícios da ingestão de...

. Obesidade na gravidez aum...

. Oftalmologista diz que us...

. Tipo de coceira rara na g...

. Usar antibiótico durante ...

. Obesidade na gravidez

. Mulheres com distúrbios a...

.tags

. 10 a 11 semanas

. 11 a 12 semanas

. 12 a 16 semanas

. 18 a 24 semanas

. 19 mitos sobre a amamentação

. 25 semanas

. 26 semanas

. 28 a 33 semanas

. 28 semanas

. 35 anos

. 6 a 8 semanas

. 6 semanas

. 8 a 9 semanas

. 9 a 10 semanas

. abertura vaginal

. aborto

. aborto espontaneo

. aborto espontâneo

. ácido fólico

. actualidade

. acupuntura

. adolescente

. alcool

. alergias

. alimentação

. amamentar

. amniocentese

. analise

. anemia

. ansiedade

. anti-séptico

. aos 30 e aos 40

. as dúvidas

. asma

. bebe

. bebes

. cabelo

. calor

. casamento

. células

. células estaminai

. celulite

. cesariana

. cloasma

. colesterol

. coluna

. concelhos

. concepto

. contracções

. corpo

. corte cirúrgico

. curiosidades

. doença

. dor

. duvidas

. enjoos

. estrias

. exercício

. filho

. gases

. gemeos

. gestação

. gravida

. grávida

. gravidez

. gravidez de risco

. gravidez ectópica

. gripe

. hipertensão

. infertilidade

. leite

. mãe

. mae

. manchas

. mulher

. nascimento

. nomes

. noticias

. obesidade

. paixão

. parto

. pele

. período fertil

. placenta

. placenta prévia

. portugal

. pós-parto

. pos-parto

. prazer

. sangue

. saúde

. saude

. sentimentos

. sexo

. sintomas

. sintomas de gravidez

. testes de gravidez

. ventre

. vida

. video

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2016

. Maio 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

.links
.subscrever feeds