Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2010
Estou grávida! E agora o que fazer?

Quando a gravidez não foi planeada, pode ser uma grande surpresa para os futuros pais e até para a família



Depois de um atraso menstrual, muitas mulheres são surpreendidas com uma gravidez inesperada. Todavia, isto quer dizer que a mulher não planeou a sua gravidez como deveria ter feito, nem lhe foi feita nenhuma avaliação de saúde prévia, numa consulta de planeamento familiar. Assim, e de imediato ao resultado do teste, deve marcar uma consulta com o ginecologista. A consulta deve ser obtida entre as primeiras oito e doze semanas a fim de poderem ser precavidas quaisquer deficiências no feto.

Prepare-se para a consulta
Nesta primeira consulta o médico poderá fazer-lhe várias perguntas e para que lhe possa responder devidamente é bom que se prepare previamente. Não fique constrangida e responda ao médico a qualquer questão. Entre as perguntas que terá de responder ao seu médico, indicamos-lhe as mais usuais para que possa ter tempo de preparar as respostas.
- Em que data foi o seu último período?
- Quando fez o teste da gravidez?
- Que tipo de teste fez? (laboratório ou em casa).
- Estava a tomar algum contraceptivo? Qual?
- É a sua primeira gravidez? Se não é, como decorreu a anterior ou anteriores? Há quanto tempo foi a sua última gravidez?
- Já teve algum aborto espontâneo? Em caso positivo com que tempo de gestação?
- Teve algum aborto voluntário? Com que tempo de gestação?

É a ainda conveniente que aponte todas as informações sobre a sua saúde e a do seu companheiro a fim de que o médico possa elaborar convenientemente a vossa história clínica.

 

Questioná-la-á sobre:
- Doenças hereditárias
- Hipertensão
- Diabetes
- Doenças cardíacas
- Obesidade
- Doenças do foro neurológico
- Paludismo
- Febre-amarela
- Rubéola
- Hipertiroidismo
- Hepatite

 

Não fique constrangida e responda ao médico a qualquer questão

 

A consulta
Considerando que esta é a sua primeira consulta, o médico avaliará o seu estado geral de saúde. Auscultará o coração e os pulmões. Verificará a tensão arterial e poderá fazer uma ecografia para confirmar o tempo da gravidez. Se considerar conveniente fará também a palpação e observação da mama. Verificará ainda o seu peso e fará um exame pélvico (avaliação das dimensões da bacia e do útero).Nesta primeira consulta o médico mandará fazer análises de rotina ao sangue e à urina.
Se o médico o aconselhar, deve fazer o teste do HIV (sida). Deve fazê-lo sem preconceitos. A sida contagia-se de diversas formas e ninguém está imune. A transmissão do HIV não se faz apenas através de agulhas contaminadas ou através de relações sexuais. O importante agora é o seu bebé. A possibilidade do futuro bebé vir a ser infectado, pode reduzir-se muito no caso das mães seropositivas, desde que atempadamente se tomem as precauções necessárias e se façam os tratamentos anti-retrovirais.

A consulta deve ser obtida entre as primeiras oito e doze semanas a fim de poderem ser precavidas quaisquer deficiências no feto

Aconselhamento médico
Esta consulta é muito importante porque, para além de confirmar a gravidez e verificar o seu estado de saúde, permite que o médico lhe preste todas as informações sobre o percurso da sua gravidez. É nesta consulta que o médico lhe ministrará alguns conselhos e marcará o calendário das futuras consultas. Saberá qual a melhor dieta para a sua gravidez, as melhores posturas e os exercícios físicos que poderá praticar.
Se tem dúvidas, é melhor não se esquecer de as colocar

Nota:
Se o seu trabalho exige que:
- Esteja muito tempo de pé
- Faça turnos nocturnos
- Faça esforços violentes
- Carregue pesos
- Esteja em contacto com produtos voláteis (colas,tintas,vernizes...)
- Esteja em contacto com radiações
- Esteja em contacto permanente com animais
Fale com o seu médico para que ele a possa aconselhar sobre as medidas a tomar com a sua entidade patronal.

A gravidez não é uma doença, todavia tem de ser acompanhada pelo seu médico

(Obstetra Dra.Madalena Barata)

fonte:familia.sapo




publicado por adm às 17:02
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Abril de 2010
Análise ao sangue permite saber sexo do bebé à 8.ª semana de gestação

Análise ao sangue permite saber sexo do bebé à 8.ª semana de gestação


Para os pais querem saber o sexo do seu bebé antes do parto e não aguentam a curiosidade, já não têm de esperar até às 15 semanas para o saber. Com apenas oito de gestação e uma simples análise ao sangue já é possível saber qual a cor a dominar o enxoval: o azul ou o cor-de-rosa.

O procedimento baseia-se numa amostra de sangue da mãe, a partir da oitava semana de gestação, para proceder a uma análise do ADN fetal livre do plasma sanguíneo materno.

Uma vez analisado, procura-se no ADN a presença do gene SRY - «cromossoma sex region Y» - responsável pelo sexo masculino. Se este for detectado, estamos então perante um rapaz. Se este estiver ausente é porque se trata de uma menina.

O teste está disponível em Portugal e é comercializado pela empresa GeneLab. Custa cerca de 100 euros e os riscos, apesar de existirem, são reduzidos.

O sistema mais comum da actualidade para determinar o sexo dos bebés é através das tradicionais ecografias. Com sorte, e dependendo da posição do feto no momento da captação das imagens, poderá determinar-se o sexo a partir das 14 ou 15 semanas de gestação, embora em alguns casos seja necessário esperar até às 20.



publicado por adm às 23:42
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar
 
.posts recentes

. Estou grávida! E agora o ...

. Análise ao sangue permite...

.tags

. 10 a 11 semanas

. 11 a 12 semanas

. 12 a 16 semanas

. 18 a 24 semanas

. 19 mitos sobre a amamentação

. 25 semanas

. 26 semanas

. 28 a 33 semanas

. 28 semanas

. 35 anos

. 6 a 8 semanas

. 6 semanas

. 8 a 9 semanas

. 9 a 10 semanas

. abertura vaginal

. aborto

. aborto espontaneo

. aborto espontâneo

. ácido fólico

. actualidade

. acupuntura

. adolescente

. alcool

. alergias

. alimentação

. amamentar

. amniocentese

. analise

. anemia

. ansiedade

. anti-séptico

. aos 30 e aos 40

. as dúvidas

. asma

. bebe

. bebes

. cabelo

. calor

. casamento

. células

. células estaminai

. celulite

. cesariana

. cloasma

. colesterol

. coluna

. concelhos

. concepto

. contracções

. corpo

. corte cirúrgico

. curiosidades

. doença

. dor

. duvidas

. enjoos

. estrias

. exercício

. filho

. gases

. gemeos

. gestação

. gravida

. grávida

. gravidez

. gravidez de risco

. gravidez ectópica

. gripe

. hipertensão

. infertilidade

. leite

. mãe

. mae

. manchas

. mulher

. nascimento

. nomes

. noticias

. obesidade

. paixão

. parto

. pele

. período fertil

. placenta

. placenta prévia

. portugal

. pós-parto

. pos-parto

. prazer

. sangue

. saúde

. saude

. sentimentos

. sexo

. sintomas

. sintomas de gravidez

. testes de gravidez

. ventre

. vida

. video

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2016

. Maio 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

.links
.subscrever feeds