Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011
Depilação durante a gravidez

Cuidados básicos com a higiene é considerado uma luta pela maioria das mulheres, principalmente quando o assunto é depilação. E, se a mulher estiver grávida, certamente ficará em dúvida em relação a qual dos métodos de depilação usar nessa nova etapa de sua vida, por isso, conheça aqui os prós e os contras de cada método de depilação.
Há diferentes tipos de depilação, como cera quente ou fria, máquina de depilar, depilação definitiva, depilação com linha, depilação a laser, gilete, cremes depilatórios, e outros. O que é importante ressaltar que não há nenhum método de eliminação de pelos que seja ao mesmo tempo seguro, rápido, durável, de baixo custo e indolor, afinal cada um dos métodos possui suas vantagens e desvantagens, por isso, conheça-os:
Gilete: é conhecido como aparelho de barbear com lâmina, sendo considerado um dos procedimentos mais simples e barato de depilação, porém os resultados são poucos duradouros e ainda modifica os pelos, tornando-os mais grossos e em maior quantidade. São muitas as mulheres que optam por este método e outras que odeiam, mas se você escolher este método, jamais se depile a seco, por isso, umedeça a região onde irá depilar com água e passe sabonete neutro, gel ou espuma. Tome muito cuidado, pois pode causar irritação na pele e encravar os pelos e tome muito cuidado com a lâmina muito afiada, pois poderá cortar a pele ou deixar a pele ainda mais irritada. As vantagens desde método é a rapidez e o baixo custo e não afeta a circulação sanguínea;
Pinça: quando se arranca o pele, a depilação dura várias semanas, pois a pinça é uma ótima aliada para quem possui pelos rebeldes e que querem permanecer certo tempo depiladas. A pinça é indicada para regiões pequenas como sobrancelhas e buço, pois demora bastante tempo para depilar as pernas, não sendo um método muito viável;
Máquina: os depiladores elétricos removem os pelos pela raiz, fazendo com que a depilação dure várias semanas. A vantagem é que é um método que pode ser feito em casa, de maneira rápida e simples. Já a desvantagem é que em determinadas regiões pode causar um pouco de dor e em alguns casos causar a inflamação dos folículos e o aparecimento dos pelos encravados e a inflamação pode deixar sequelas como um aumento na pigmentação da pele, por isso, tome muito cuidado na utilização da máquina. É um método indicado para quem está grávida;
Cera: é um método usado em qualquer parte do corpo, desde as sobrancelhas até mesmo as pernas, pois consegue extrais tanto os pelos finos como também os pelos grossos e a duração do procedimento é de três semanas e pode ser feita durante a gestação. Pode ser feita em casa ou em uma clínica, mas a cera não pode estar muito quente, senão acaba queimando a pele e provocando manchas e algumas áreas são de difícil acesso para as gestantes como as virilhas, por isso, procure uma depiladora especializada.
Há também a cera fria, a qual não é muito indicada para quem está grávida. Se caso a pele ficar irritada com a depilação é indicado esperar pelo menos 24 horas para que a inflamação passe e você possa depilar novamente. A desvantagem deste método é que quando puxa os pelos há muita dor e para depilar novamente é necessário que o pelo cresça, já a vantagem é que com o passar do tempo os pelos vão afinando e diminuindo a quantidade;
Cremes: os cremes depilatórios contém substâncias que quebram as ligações químicas da fibra capilar, removendo assim a parte do pelo que se encontra acima da superfície da pele, mas não os tiram da raiz, não sendo eficazes para todas as mulheres, pois deixa os pelos grossos. Não é indicado para quem está grávida;
Definitiva: a depilação definitiva é feita através da eletrodepilação que consiste na destruição do folículo piloso com a eletrólise ou termólise. É feito através da introdução de uma agulha muito fina que conduz uma corrente elétrica dentro de cada folículo e uma vez atingido, esse pelo perde o seu vigor e vai desaparecendo progressivamente. Este método é feito somente por esteticistas especializados. Se bem feita traz ótimos resultados, porém é um método um pouco doloroso. A duração do tratamento dependerá da quantidade de pelo que será retirado da zona escolhida. As sessões são semanais e se trata de um método não aconselhável no período de gestação, uma vez que a gravidez pode fazer com que a mulher sofra com modificações temporárias nos pelos e também no aparecimento de manchas na pele;
Laser: o laser atua especificadamente na melanina, a qual é responsável pela pigmentação do pelo. A melanina se encontra no bolbo piloso, ou seja, no nascimento do pelo. A luz do laser atravessa a pele e chega ao folículo piloso, atacando a melanina e anulando as células produtoras dos pelos. Durante o tratamento a laser é indicado que a pessoa não se exponha ao sol, pois o laser estimula a melanina e se a pele estiver queimada, pode aparecer manchas brancas nas zonas que estão sendo depiladas. O laser não é indicado para pessoas que tem os pelos claros, pois não há a produção de melanina e nos pelos escuros há melhor resultado no tratamento. A desvantagem é que pode ocorrer algumas complicações como crostas, alterações na pigmentação da pele e bolhas, mas isso é reversível e depois de algumas semanas desaparecem. O tratamento demora para trazer resultados, o custo é alto e antes de começar o tratamento é indicado e não é um método indicado para quem está grávida, pois o pelo pode sofrer modificações durante a gestação e há uma maior incidência do aparecimento de manchas na pele, por conta das modificações hormonais que o organismo está sofrendo na gravidez.

fonte:http://www.dicasgratisbrasil.com



publicado por adm às 21:54
link do post | comentar | favorito

.pesquisar
 
.posts recentes

. Tudo sobre vacinas para g...

. Mulheres aconselhadas a c...

. Quer engravidar? Fique at...

. Saúde: 20% das mulheres g...

. 5 alimentos proibidos na ...

. Vinte e um fatos bizarros...

. Evite certos alimentos...

. Os exames que toda mulher...

. Benefícios da ingestão de...

. Obesidade na gravidez aum...

. Oftalmologista diz que us...

. Tipo de coceira rara na g...

. Usar antibiótico durante ...

. Obesidade na gravidez

. Mulheres com distúrbios a...

.tags

. 10 a 11 semanas

. 11 a 12 semanas

. 12 a 16 semanas

. 18 a 24 semanas

. 19 mitos sobre a amamentação

. 25 semanas

. 26 semanas

. 28 a 33 semanas

. 28 semanas

. 35 anos

. 6 a 8 semanas

. 6 semanas

. 8 a 9 semanas

. 9 a 10 semanas

. abertura vaginal

. aborto

. aborto espontaneo

. aborto espontâneo

. ácido fólico

. actualidade

. acupuntura

. adolescente

. alcool

. alergias

. alimentação

. amamentar

. amniocentese

. analise

. anemia

. ansiedade

. anti-séptico

. aos 30 e aos 40

. as dúvidas

. asma

. bebe

. bebes

. cabelo

. calor

. casamento

. células

. células estaminai

. celulite

. cesariana

. cloasma

. colesterol

. coluna

. concelhos

. concepto

. contracções

. corpo

. corte cirúrgico

. curiosidades

. doença

. dor

. duvidas

. enjoos

. estrias

. exercício

. filho

. gases

. gemeos

. gestação

. gravida

. grávida

. gravidez

. gravidez de risco

. gravidez ectópica

. gripe

. hipertensão

. infertilidade

. leite

. mãe

. mae

. manchas

. mulher

. nascimento

. nomes

. noticias

. obesidade

. paixão

. parto

. pele

. período fertil

. placenta

. placenta prévia

. portugal

. pós-parto

. pos-parto

. prazer

. sangue

. saúde

. saude

. sentimentos

. sexo

. sintomas

. sintomas de gravidez

. testes de gravidez

. ventre

. vida

. video

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2016

. Maio 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

.links
.subscrever feeds