Terça-feira, 22 de Junho de 2010
Quais as melhores posições sexuais na gravidez?

Sexo na gravidez é tabu para muitas pessoas. Cada casal reage de uma forma diferente ao sexo durante a gestação, mas a verdade é que, estando os dois afim e a vontade, não há problema algum.

Para melhorar o sexo na gravidez, temos que adaptar o casal a realizar novas posições sexuais. Conforme a barriga cresce vai dificultando as relações. Dificultando e não impedindo. Para quem quer viver nove meses de prazer, seguem dicas de quatro posições sexuais:

Posição sexual 1
Os dois se encaixam de lado. A grávida pode colocar um travesseiro bem pequeno sob a barriga, para apoiá-la melhor.

Posição sexual 2

Ele deita na cama, ela senta sobre ele. Boa posição para a grávida, pois ela pode se movimentar e controlar a penetração.

Posição sexual 3
O casal fica na posição clássica, porém o homem eleva o tronco para não pressionar a barriga da parceira.

Posição sexual 4
Os corpos ficam em posição de cruz - ela deita e flexiona as pernas, ele se encaixa de lado, sob as pernas dela.



publicado por adm às 22:45
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 27 de Maio de 2010
Qual a relação entre Incontinência Urinária, Gravidez, pós-parto e disfunção sexual?

A incontinência urinária durante a gravidez não é rara. Durante a gravidez as mudanças físicas e hormonais que as futuras mamãs experienciam são as grandes responsáveis pelos episódios de perda de urina. Contudo não se pode por de parte a possibilidade da gravidez apenas tornar sintomática uma fragilidade preexistente. 

Esta incontinência normalmente surge nos dois últimos trimestres mas é no último que ganha especial importância, pois o útero empurra a bexiga causando deste modo vontade e urgência em urinar.

Normalmente a incontinência observada durante a gravidez tende a evoluir para a regressão espontânea nas 6 semanas pós-parto. No entanto sempre que esta situação não acontecer é fundamental que a mulher procure ajuda especializada quer junto do seu médico quer junto do seu fisioterapeuta. 

A persistência desta sintomatologia não é normal.

É importante relembrar que durante a gravidez o treino dos músculos do pavimento pélvico é muito importante pois ajuda a lidar com o aumento do peso da mãe e do bebé em crescimento no útero. Conseguir ter uns músculos do pavimento pélvico em forma antes do bebé nascer irá facilitar a sua recuperação após o parto. 

Também é importante no pós-parto iniciar precocemente o treino destes músculos, mesmo no caso de cesariana, pois os músculos perdem força e ficam rebaixados devido à pressão exercida pelo bebé no útero e por isso é comum a mulher ter perdas de urina e disfunção sexual.



publicado por adm às 00:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 26 de Maio de 2010
Já é possível saber qual o sexo de bebé às nove semanas

Um novo teste caseiro está a causar controvérsia pela possibilidade de incentivar aos aborto selectivos.

É do senso comum que é preciso esperar até às 20 semanas de gestação para que um casal saiba o sexo do bebé. Tudo está mais simplificado após a entrada no mercado do "IntelliGender". Este simples, rápido e, aparentemente, eficaz teste, pode determinar ao fim de apenas 9 semanas se os pais terão um menino ou uma menina. 

O modo de utilização do IntelliGender, é muito semelhante ao de um vulgar teste de gravidez. A primeira urina do dia, em contacto com os químicos do kit produz resultados ao fim de 10 minutos: se ficar verde ou preto é menino, se ficar laranja ou amarelo é menina.

O "IntellinGender", já pode ser comprado em 11 países, mas apenas através da Internet. Em Portugal, bastará dispor de 70 euros para saber qual o sexo do seu bebé. Só em 2006, foram vendidas 50 mil unidades do teste nos EUA, terra-natal deste produto.

Os especialistas apontam para uma taxa de precisão na ordem dos 90%. Mas Ted Eaver, chefe do Colégio Real Australiano e Neozelandês de Obstetras e Ginecologistas, argumenta que um teste destes não pode ter o mesmo grau fiabilidade de uma ecografia ou de uma amniocentese.

Mas as preocupações dos especialistas vão mais longe, ao lembrar que este teste pode induzir a abortos selectivos. Os pais podem optar por abortar se o sexo do filho em gestação não for o desejado. Um problema mais premente em países com grande densidade populacional, como a China e a Índia.



publicado por adm às 00:06
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 13 de Maio de 2010
Simpatia-Para gestante saber o sexo do bebê

Para gestante saber o sexo do bebê

Pegue um garfo e uma colher; dois travesseiros e duas cadeiras. Sem que a gestante veja, coloque o garfo debaixo de uma cadeira e o travesseiro em cima. Faça o mesmo com a colher e a outra cadeira. Mande a gestante sentar, escolhendo uma das cadeiras. Ela não deve saber onde está o garfo e a colher, deverá entrar na sala e escolher uma das cadeiras para sentar. Se estiver com o garfo será um menino, se estiver com a colher será uma menina.



publicado por adm às 23:47
link do post | comentar | favorito

Domingo, 9 de Maio de 2010
Brincadeira para saber se é menino ou menina!

Uma das coisas que logo que ficam grávidas querem saber é o sexo do seu bebê. Bate a maior ansiedade. Apesar de muitas dizerem que tanto faz, sabemos que no fundo cada uma tem sua preferência por ter um menino ou menina.

Por isto mesmo, para lhe ajudar a passar o tempo enquanto não descobre, gostaria de indicar duas brincadeiras para descobrir o sexo do seu bebê.

Tabela chinesa

Esta tabela é conhecida há mais de 100 anos, e foi descoberta na China. Segundo a tabela, o essencial é saber a idade da mãe e o mês em que o bebé foi concebido, para saber o sexo da criança, que virá ao mundo.

Segundo a lenda, esta tabela foi enterrada na tumba de uma família real chinesa, há mais de 700 anos, e de acordo com o Instituto de Ciência de Pequim, se for bem usada, tem uma probabilidade de acerto de 99% dos casos.

Atenção:Na realidade a tabela funciona com a idade Lunar, mas muita gente utiliza-a, erradamente, com a idade actual. Assim, se nasceu em qualquer mês, menos Janeiro e Fevereiro, a sua idade lunar é a sua idade actual mais 1.

Exemplo: se nasceu a 15 de Junho de 1980, a sua idade actual é 27, e a sua idade lunar é 27+1 = 28!

Apenas nascidas em Janeiro e Fevereiro não necessitam desta soma!




Mas não fica apenas nisto não…

Segue abaixo a dica de um teste interactivo que conforme as respostas da mamãe diz saber o sexo do bebê esperado. Este na verdade é uma média de várias cresças e mitos daqueles do tempo sua sua avó (como enjôos, formato da barriga, desejo, nariz, cabelo, pés, etc), e alguns outros até com uma base científica (Batimento do Coração, urina, etc).

Mas lembrando de que como a calculadora acima isso é somente um teste de brincadeira, não deve ser levado muito a sério, ok?

Divirta-se!

Primeiro, responda cada pergunta anotando a opção da resposta em um pedaço de papel.

a) Estou carregando o peso extra:

1. Para frente
2. Em torno dos quadris para trás

b) O cabelo da minha perna está crescendo:

1. Mais rápido do que antes de engravidar
2. O mesmo de antes de engravidar

c) Eu estou carregando o meu bebê:

1. Para cima
2. Para baixo

d) Eu durmo na minha cama com o travesseiro para:

1. o norte
2. o sul

e) Meus pés estão:

1. Mais frios do que antes de engravidar
2. O mesmo de antes de engravidar

f) Eu:

1. Estou recusando a comer a casca do pão.
2. Prefiro comer a casca.

g) O papai está:

1. Ganhando peso junto comigo.
2. Não está ganhando peso junto comigo.

h) A cor do cabelo da minha mãe é:

1. Grisalho
2. Natural ou pintado.

i) Me sinto enjoada na parte da manhã:

1. Sim
2. Não

j) Meu visual está:

1. Ótimo mesmo com a gravidez
2. Não está muito bom

k) Durante a minha gravidez meu comportamento tem sido:

1. Muito dramático
2. Não muito dramático

l) Minha idade na concepção era:

m) O mês em que ocorreu a concepção foi:

n) Segure um fio com uma agulha encima de sua barriga. O movimento que faz é:

1. Em círculos
2. Para frente e para trás

o) Minha urina está:


1. Mais luminosa com um tom mais claro de amarelo
2. Amarelo escuro

p) Tenho tido desejos de:

1. doces
2. comidas salgadas e cítricas

q) Meu nariz:


1. Alargou durante a gravidez
2. Permanece o mesmo

r) Eu tenho preferido comer:

1. Carnes e queijos
2. Frutas

s) O coração do bebê bate:

1. Mais de 140 bpm
2. 140 bpm ou menos

t) Sua vontade em relação ao suco de laranja:

1. Não quer suco de laranja
2. Tem que tomar todos os dias

u) Eu venho tendo dor de cabeça

1. Sim
2. Não

w) Minha barriga se parece:

1. com uma melancia
2. com uma bola de basquete

v) Se alguém te pedir para ver suas mãos você:

1. Mostra com a palma virada para cima
2. Mostra com a palma virada para baixo

y) Como você pega a xícara?

1. Pela asa
2. Pelo corpo da xícara

x) Estou em relação ao meu marido:


1. muito apegada
2. o mesmo do que antes da gravidez ou menos

z) A sua pele está:

1. Mais limpa
2. Cheia de espinhas

Depois de respondida todas essas perguntas, vamos conferir as respostas.

Estou carregando o peso extra:


1. Para frente (menino)
2. Em torno dos quadris para trás (menina)

O cabelo da minha perna está crescendo:

1. Mais rápido do que antes de engravidar (menino)
2. O mesmo de antes de engravidar (menina)

Eu estou carregando o meu bebê:

1. Para cima (menina)
2. Para baixo (menino)

Eu durmo na minha cama com o travesseiro para:


1. o norte (menino)
2. o sul (menina)

Meus pés estão:


1. Mais frios do que antes de engravidar (menino)
2. O mesmo de antes de engravidar (menina)

Eu:


1. Estou recusando a comer a casca do pão. (menina)
2. Prefiro comer a casca. (menino)

O papai está:


1. Ganhando peso junto comigo. (menino)
2. Não está ganhando peso junto comigo. (menina)

A cor do cabelo da minha mãe é:


1. Grisalho (menino)
2. Natural ou pintado (menina)

Me sinto enjoada na parte da manhã:

1. Sim (menina)
2. Não (menino)

Meu Visual esta:


1. Ótimo mesmo com a gravidez (menino)
2. Não está muito bom (menina)

Durante a minha gravidez meu comportamento tem sido:

1. Muito dramático (menina)
2. Não muito dramático (menino)

Minha idade na concepção era: ___


O mês em que ocorreu a concepção foi:

A soma destes dois números se ímpares será menina e se par será menino.


Segure um fio com uma agulha encima de sua barriga. O movimento que faz é:

1. Em círculos (menino)
2. Para frente e para trás (menina)

Minha urina está:


1. Mais luminosa com um tom néon de amarelo (menino)
2. Amarelo pálido (menina)

Tenho tido desejos de:

1. doces (menina)
2. comidas salgadas e cítricas (menino)

Meu nariz:

1. Alargou durante a gravidez (menino)
2. Permanece o mesmo (menina)

Eu tenho preferido comer:


1. Carnes e queijos (menino)
2. Frutas (menina)

O coração do bebê bate:

1. Mais de 140 bpm (menina)
2. 140 bpm ou menos (menino)

Sua vontade em relação ao suco de laranja:

1. Não quer suco de laranja (menino)
2. Tem que tomar todos os dias (menina)

Eu venho tendo dor de cabeça

1. Sim (menino)
2. Não (menina)

Minha barriga se parece:


1. com uma melancia (menina)
2. com uma bola de basquete (menino)

Se alguém te pedir para ver suas mãos você:

1. Mostra com a palma virada para cima (menina)
2. Mostra com a palma virada para baixo (menino)

Como você pega a xícara?

1. Pela asa (menino)
2. Pelo corpo da xícara (menina)

Estou em relação ao meu marido:


1. muito apegada (menina)
2. o mesmo do que antes da gravidez ou menos (menino)

A sua pele está:

1. Mais limpa (menino)
2. Cheia de espinhas (menina)

No final, é só somar, a maior quantidade de meninos ou meninas corresponde ao sexo do seu bebê.

Um exemplo: É um total de 26 perguntas. Conte o número de meninos e meninas. Digamos que o resultado fosse 15 meninos e 11 meninas, isso quer dizer que você está esperando um MENINO.

Mas uma vez, não levem isto tudo muito a sério, é só uma brincadeira. Confirme o sexo do seu bebê com o seu médido e em uma ecografia ou teste de sangue.

 

Formula

Para o sexo do primeiro filho de uma mulher, examina-se a data do nascimento da mãe.

1- Se a Lua Nova ocorreu antes de transcorridos 9 dias após o nascimento da mãe, a criança será do sexo feminino.

2- Se a Lua Nova apareceu depois de passados nove dias a contar do nascimento da mãe, a criança, será do sexo masculino.


Para saber o sexo do segundo filho

Para saber o sexo do próximo filho, examina-se a data de nascimento da criança anterior; sendo necessário contar também os abortos.

1- Se a Lua Nova surgiu no céu a menos de 9 dias após o seu nascimento, o novo bebê terá sexo diferente do seu irmão ou irmã.

2- Se a Lua Nova apareceu mais de 9 dias após seu nascimento, o novo bebê será do mesmo sexo que o irmão precedente.

Portanto, para conhecer a Lua Nova de qualquer mês e ano,é sempre bom ter a mão um Calendário actualizado das fases da Lua.


tags: ,

publicado por adm às 22:50
link do post | comentar | favorito

Sábado, 8 de Maio de 2010
Dá para escolher o sexo do bebê?

Desde que o mundo é mundo, e que se fazem bebês, as mulheres trocam dicas, simpatias e superstições para ter um menino ou uma menina, conforme a preferência. Infelizmente, não há nenhuma prova científica de que elas funcionem.

De científico mesmo, há teses (refutadas) dizendo que o momento da relação sexual pode determinar o sexo do bebê, que se baseiam na constatação de que os espermatozóides que carregam o gene Y (para menino) são mais leves e rápidos, e que os com o gene X (para menina) são mais lentos e resistentes (a um ambiente ácido na vagina, por exemplo).

E existem possibilidades concretas de escolher o sexo do bebê com o uso de técnicas de reprodução assistida, mas há sérias restrições éticas à prática.

Mesmo assim, sempre vai existir alguém dizendo que tentou tal e tal simpatia e que funcionou. Se você quiser desafiar a ciência e experimentar as estratégias consagradas pelo folclore, não há nada de mal em tentar as sugestões abaixo:

Você tem mais chance de encomendar um menino...

• se tiver relação sexual no dia da ovulação, já que, segundo diz a lenda, os espermatozóides masculinos nadam mais rápido e chegam ao óvulo primeiro que os femininos;

• se chegar ao orgasmo antes de seu parceiro, porque isso liberaria um muco alcalino, que em tese seria mais adequado para os espermatozóides masculinos que a acidez natural da vagina;

• se mantiver relações sexuais em posições que permitam uma penetração mais profunda, como na posição de cachorrinho;

• se seu parceiro tiver alta concentração de espermatozóides no sêmen. A explicação seria de que os espermatozóides masculinos não são tão fortes quanto os femininos, portanto quanto mais espermatozóides maior a chance de um masculino chegar ao óvulo;

• se evitar manter relações sexuais por uma semana antes da ovulação e depois só fizer sexo uma vez, no dia da ovulação, o que concentraria o número de espermatozóides presentes no sêmen;

• se seu parceiro for quem tiver tomado a iniciativa para o sexo;

• se vocês mantiverem a relação sexual à noite;

• se vocês fizerem sexo só nos dias ímpares do mês;

• se seu parceiro mantiver os órgãos genitais sempre fresquinhos, usando cuecas samba-canção e calças e shorts largos;

• se você comer comida bem salgada, bastante carne, peixe, farináceos, macarrão, mas evitar leite e derivados, como iogurte, queijo e chocolate, além de nozes e castanhas, frutos do mar e pão integral.

Você tem mais chance de encomendar uma menina...


• se mantiver relações sexuais alguns dias antes da ovulação. A explicação é que os espermatozóides com o gene feminino seriam mais fortes, e durariam mais que os masculinos, que morreriam antes de chegar ao óvulo;

• se seu parceiro chegar ao orgasmo antes que você;

• se você mantiver relações sexuais com bastante frequência para que haja menos espermatozóides no sêmen do seu parceiro, o que elevaria as chances de os espermatozóides femininos chegarem ao óvulo primeiro;

• se vocês mantiverem a penetração não muito profunda;

• se você começar a manter relações sexuais entre quatro e cinco dias antes da ovulação, o que reduziria as chances de os espermatozóides masculinos chegarem primeiro ao óvulo;

• se seu parceiro mantiver os órgãos genitais quentinhos, usando cuecas justas e calças e shorts mais agarrados (mas não apertados demais, senão a fertilidade acaba é prejudicada!);

• se você é quem tiver tomado a iniciativa para a relação sexual;

• se vocês fizerem sexo à tarde;

• se vocês transarem nos dias pares do mês;

• se você colocar uma colher de pau debaixo da cama e uma fita cor-de-rosa sob o travesseiro;

• se você tomar bastante leite e derivados, como queijo e iogurte, além de comidas sem sal, arroz, macarrão, água mineral, pouca carne, batata, evitando sal e comidas salgadas em geral, vinho e cerveja, frutas frescas, espinafre, tomates, cogumelos, café e chá.

Não se esqueça de que essas estratégias não passam de lendas. Mesmo as que são recomendadas por alguns médicos são questionadas por outras linhas de pesquisa, portanto não há comprovação científica ampla.



publicado por adm às 23:36
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 28 de Abril de 2010
Análise ao sangue permite saber sexo do bebé à 8.ª semana de gestação

Análise ao sangue permite saber sexo do bebé à 8.ª semana de gestação


Para os pais querem saber o sexo do seu bebé antes do parto e não aguentam a curiosidade, já não têm de esperar até às 15 semanas para o saber. Com apenas oito de gestação e uma simples análise ao sangue já é possível saber qual a cor a dominar o enxoval: o azul ou o cor-de-rosa.

O procedimento baseia-se numa amostra de sangue da mãe, a partir da oitava semana de gestação, para proceder a uma análise do ADN fetal livre do plasma sanguíneo materno.

Uma vez analisado, procura-se no ADN a presença do gene SRY - «cromossoma sex region Y» - responsável pelo sexo masculino. Se este for detectado, estamos então perante um rapaz. Se este estiver ausente é porque se trata de uma menina.

O teste está disponível em Portugal e é comercializado pela empresa GeneLab. Custa cerca de 100 euros e os riscos, apesar de existirem, são reduzidos.

O sistema mais comum da actualidade para determinar o sexo dos bebés é através das tradicionais ecografias. Com sorte, e dependendo da posição do feto no momento da captação das imagens, poderá determinar-se o sexo a partir das 14 ou 15 semanas de gestação, embora em alguns casos seja necessário esperar até às 20.



publicado por adm às 23:42
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 9 de Abril de 2010
Sexo durante a gravidez?

As principais dúvidas acerca do sexo durante a gravidez, esclarecidas

Se a gravidez provoca muitas alegrias também traz muitas dúvidas, inclusive no campo da sexualidade. Ficam aqui algumas das principais dúvidas esclarecidas.

O sexo durante a gravidez é seguro?

O sexo durante a gravidez é seguro e saudável, desde que não existam indicações médicas em contrário. No entanto, uma mulher grávida deve evitar sexo durante a gravidez se:

* Os seus partos anteriores foram prematuros
* Se a sua cerviz estiver dilatada
* Se já teve abortos espontâneos
* Se teve sangramento vaginal
* Se tem uma gravidez múltipla
* Se sofre de placenta prévia
* Se existe fuga de líquido amniótico
* Se ela ou o parceiro sofreram de alguma DST

Na ausência deste tipo de contraindicações, poderá ter sexo até cerca de 2 semanas antes da data prevista do parto. No entanto certifique-se sempre com o seu médico, pois cada caso é um caso.

Que cuidados ter?

Devem existir cuidados para que durante o sexo não exista pressão no abdómen da mulher; para evitar este risco existem posições sexuais mais adequadas. Também não é aconselhado sexo violento e penetrações demasiado profundas pois poderão ser dolorosas. O sexo deverá ser algo suave durante o tempo da gravidez. Deverá evitar sexo em banheiras e em ambientes aquáticos, ou em locais que possam provocar quedas ou riscos. Também deverá ser evitado o uso de lubrificantes ou cremes que possam provocar reações alérgicas.

O sexo magoará o bebé?

O bebé não sofrerá ou será magoado com o ato sexual. A membrana protetora que sela a cerviz ajuda a proteger o bebé; o saco amniótico e os fortes músculos do útero também protegem o bebé. E embora o bebé possa mexer-se mais durante um grande orgasmo, será devido ao seu coração bater mais rápido e não porque ele está a sofrer.

Poderá um orgasmo induzir o parto?

O orgasmo liberta oxitocina que faz com que o útero sofra contrações. O sémen também contém prostaglandina que pode causar um efeito semelhante se for ejaculado na vagina nestas condições. Por isso, se estiver perto da altura do trabalho de parto ou perto da altura do parto, a probabilidade do orgasmo induzir o parto é alta. Porém, o orgasmo, naturalmente, poderá causa algumas cãibras, que durante uma gravidez normal – sem riscos – não tem problemas; mas comunique sempre este tipo de sintomas ao seu médico, ou mesmo outros que considerar menos usuais, é sempre melhor prevenir, ele verá o seu caso e a aconselhará de acordo com ele.

DST e gravidez, que saber?

Caso desconfie ou saiba que esteve exposta a uma doença sexualmente transmissível, é muito importante que procure de imediato um médico e faça exames, pois poderá colocar a sua saúde e a do feto em risco.

Desejo: muito, igual ou nenhum?

O corpo de uma mulher grávida atravessa diversas mudanças durante uma gravidez: a fase inicial da gravidez coloca o corpo em alvoroço hormonal com sentimentos de cansaço e náusea que podem diminuir o desejo sexual. O aumento de peso, as dores nas costas ou outro tipo de condições resultar na falta de desejo sexual. Durante o segundo trimestre quando existe um aumento do fluxo sanguíneo, inclusive nos órgãos sexuais e mamas, o desejo sexual muitas vezes aumenta.

Mas apesar de o sexo ser seguro numa gravidez normal, isto não significa necessariamente que tenha desejo de o fazer. Muitas grávidas experienciam uma espécie de desejo por sexo flutuante: de acordo com cada altura da gravidez. Muitas mulheres também consideram o sexo desconfortável à medida que o corpo vai ficando maior. Outras grávidas perdem o desejo e o interesse no sexo não só apenas porque o corpo está grande mas porque estão muito ansiosas pelo facto de serem futuras mães - na realidade, varia de mulher para mulher. Todavia, é muito importante manter as linhas de comunicação abertas com o seu parceiro, pois ele poderá não compreender os seus motivos e se não lhos explicar ele não os adivinhará.

Depois do bebé nascer, quando é que se pode ter relações sexuais?

Quer tenha tido um parto vaginal ou através de cesariana, o corpo necessita de tempo para curar. Usualmente, cerca de 4 a 6 semanas depois do parto, poderá voltar a ter relações sexuais, contudo, se fez uma episiotomia ou cesariana são necessários cuidados extra. Para evitar pressões nessas áreas, as posições onde ambos estejam lado a lado são as mais aconselhadas. Neste tipo de situação diz respeito à mulher partilhar com o seu parceiro se está preparada, e só deve fazer sexo depois das cicatrizes estarem saradas – o que pode variar de mulher para mulher. As secreções vaginais diminuem depois do parto, por isso uma vagina seca é comum durante o coito; neste caso é aconselhável usar um lubrificante à base de água.

Se, apesar de tudo, e de já estar sarada, estiver sem vontade ou demasiada cansada para sequer pensar em sexo, experimente manter a intimidade de outras formas: envie mensagens carinhosas ao seu parceiro, deixe alguns momentos do dia apenas para ambos - nem que seja um pouco antes de irem para a cama ou de manhã. Vão com calma e quando estiverem ambos preparados para o sexo, será natural, mas atenção, pois caso não desejem outro bebé em breve devem usar um método contraceptivo.



publicado por adm às 23:33
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 5 de Abril de 2010
Sexo depois da gravidez

Acabei de ter bebê, é normal não sentir tanto desejo pelo meu marido?

 

Uma das maiores mudanças na vida de uma mulher é a chegada de um bebê. Não só para a mulher mas para o homem também. Um bebê demanda tanto! E está sempre precisando de alguma coisa, por mais bonzinho que seja. Para muitas mulheres esse é um momento de voltar toda energia para o bebê e, nem o trabalho, nem antigas atividades que lhe davam prazer desperta qualquer interesse agora.

Isso é verdade, sobretudo se é o primeiro filho. Pois é a descoberta de uma experiência muito intensa: a de ser mãe. Portanto não fique aflita. Não é nada anormal você estar completamente apaixonada pelo seu bebê nem achar que mais nada no mundo é tão importante em sua vida nesse momento inicial.
A maternidade para muitas mulheres traz tanta alegria e um sentimento de satisfação tão plena que temporariamente não há espaço para outras relações.

Mas, é claro que o seu marido não pode ser deixado de lado. Nem ele nem os filhos maiores. Mesmo cansada você tem que procurar reservar alguma atenção para dedicar ao marido e aos seus outros filhos, se os tiver e o jeito mais fácil é procurar envolvê-los com as tarefas do bebê. Isso ajuda a criar cumplicidade, especialmente com o seu marido e vai aproximá-los nesse momento feliz da chegada de um novo filho. E os momentos de alegria aproximam o casal em todos os sentidos.

Lembre também que sexo tem muito a ver com o que temos na cabeça. Então faça a sua cabeça e se abra para o sexo. Especialmente não deixe de falar a respeito com o seu marido. Muitas vezes é o silêncio que afasta o casal. Não corra esse risco, compartilhe os seus sentimentos. Certamente aos pouquinhos vocês recuperarão a intensidade da vida sexual.

Os filhos podem ser, sem dúvida, uma das maiores alegrias da vida. Mas a alegria do sexo compartilhado, que você desfruta com seu parceiro, é também muito importante. Além de saudável, o sexo promove saúde, física e mental. Coloque a sua atenção no encontro sexual entre você e seu parceiro e seja ainda mais feliz.


tags:

publicado por adm às 00:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.pesquisar
 
.posts recentes

. Quais as melhores posiçõe...

. Qual a relação entre Inco...

. Já é possível saber qual ...

. Simpatia-Para gestante sa...

. Brincadeira para saber se...

. Dá para escolher o sexo d...

. Análise ao sangue permite...

. Sexo durante a gravidez?

. Sexo depois da gravidez

.tags

. 10 a 11 semanas

. 11 a 12 semanas

. 12 a 16 semanas

. 18 a 24 semanas

. 19 mitos sobre a amamentação

. 25 semanas

. 26 semanas

. 28 a 33 semanas

. 28 semanas

. 35 anos

. 6 a 8 semanas

. 6 semanas

. 8 a 9 semanas

. 9 a 10 semanas

. abertura vaginal

. aborto

. aborto espontaneo

. aborto espontâneo

. ácido fólico

. actualidade

. acupuntura

. adolescente

. alcool

. alergias

. alimentação

. amamentar

. amniocentese

. analise

. anemia

. ansiedade

. anti-séptico

. aos 30 e aos 40

. as dúvidas

. asma

. bebe

. bebes

. cabelo

. calor

. casamento

. células

. células estaminai

. celulite

. cesariana

. cloasma

. colesterol

. coluna

. concelhos

. concepto

. contracções

. corpo

. corte cirúrgico

. curiosidades

. doença

. dor

. duvidas

. enjoos

. estrias

. exercício

. filho

. gases

. gemeos

. gestação

. gravida

. grávida

. gravidez

. gravidez de risco

. gravidez ectópica

. gripe

. hipertensão

. infertilidade

. leite

. mãe

. mae

. manchas

. mulher

. nascimento

. nomes

. noticias

. obesidade

. paixão

. parto

. pele

. período fertil

. placenta

. placenta prévia

. portugal

. pós-parto

. pos-parto

. prazer

. sangue

. saúde

. saude

. sentimentos

. sexo

. sintomas

. sintomas de gravidez

. testes de gravidez

. ventre

. vida

. video

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2016

. Maio 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

.links
.subscrever feeds